Mateus Herdy está fora título mundial Pro JR.

By João Carvalho

O Brasil sofreu a primeira baixa na disputa pelo título mundial Pro Junior da World Surf League e logo do atual campeão sul-americano da categoria para surfistas com até 18 anos de idade. O catarinense Mateus Herdy perdeu para Adin Masencamp o primeiro dos três confrontos diretos entre Brasil e África do Sul na terceira fase do WSL Jeep World Junior Championship 2017, na segunda-feira de ondas pequenas em Kiama, na Austrália. As condições do mar estavam difíceis e a competição foi suspensa ainda pela manhã, após a sexta das doze baterias. Com a derrota, Mateus Herdy termina em 13.o lugar no ranking Pro Junior de 2017 da WSL.

Mateus Herdy (Foto: @WSL / Ethan Smith)

Com a paralisação na metade da terceira fase, o duelo entre João Chianca e Joshe Faulkner será o segundo a entrar no mar na terça-feira. Duas baterias depois, Samuel Pupo enfrenta o outro sul-africano, Jake Elkington. A primeira chamada do dia será às 7h00 na Austrália, 18h00 da segunda-feira no horário de verão do Brasil. Os dois agora são a esperança de aumentar para oito, o recorde de títulos mundiais do Brasil na história da categoria Pro Junior, iniciada em 1998.

O catarinense Mateus Herdy tinha sido o mais bem colocado na estreia de Kiama como sede do Mundial Pro Junior da WSL no ano passado, ficando em quinto lugar nas quartas de final. Ele começou bem esse ano, fazendo os recordes da primeira fase com a ainda imbatível nota 8,83 recebida num aéreo reverse perfeito de backside e os 15,16 pontos que totalizou na quinta-feira. Na segunda-feira, acabou derrotado numa disputa onda a onda na bateria encerrada em 14,33 a 11,57 pontos para o sul-africano Adin Masencamp.

Adin Masencamp (@WSL / Matt Dunbar)

Os dois tiveram um início parecido surfando de backside nas esquerdas de Bombo Beach. Herdy recebeu nota 5,67 em sua primeira onda, contra 6,00 de Masencamp. O brasileiro assumiu a ponta com 4,17, mas o sul-africano tirou 5,47 na terceira que surfou para liderar novamente. O campeão sul-americano falhou em três tentativas seguidas de retomar o primeiro lugar, até achar uma direita para mandar um aéreo de frontside que valeu 5,90. Mas, Adin Masencamp pegou uma esquerda maior, com uma parede mais limpa para fazer três manobras potentes de backside e arrancar 8,33 dos juízes para confirmar a vitória.

O sul-africano completou a bateria que vai abrir a quarta fase, valendo as duas primeiras vagas para as quartas de final do WSL Jeep WSL World Junior 2017. Os outros dois integrantes são o indonesiano Rio Waida e o japonês Yuji Nishi, que venceram os confrontos que abriram a terceira fase. A segunda classificatória para as quartas de final também já foi formada na segunda-feira e será disputada pelo havaiano Cody Young, o australiano Sandon Whittaker e mais um japonês, Joh Azuchi. Os três ganharam as baterias que fecharam a segunda-feira.

Rio Waida (@WSL / Matt Dunbar)

A que ficou para abrir a terça-feira será um duelo havaiano entre Finn McGill e Ocean Macedo, que no domingo registrou um novo recorde de 16,40 pontos para o WSL Jeep World Junior 2017. O saquaremense João Chianca entra na segunda bateria do dia com Joshe Faulkner e na quarta o paulista Samuel Pupo enfrenta o outro sul-africano que chegou na terceira fase, Jake Elkington. Se os dois brasileiros conseguirem vencer, Chianca vai para a terceira bateria da quarta fase e Pupo para a última, mas acabarão se cruzando no caminho até a grande final.

FEMININO ADIADO – Assim como no domingo, na segunda-feira também só houve competição masculina em Kiama e a terceira fase feminina foi mais uma vez adiada. As meninas já estão na rodada classificatória para as quartas de final e a única participante do Brasil, Tainá Hinckel, vai disputar a primeira batalha por duas vagas com a taitiana Vahine Fierro e a portuguesa Teresa Bonvalot. Quem ficar em último nessas baterias, termina em nono lugar no evento que tem prazo até o dia 12 para ser encerrado na Austrália.

Acompanhe a transmissão ao vivo do WSL Jeep World Junior Championship 2017 pelo www.worldsurfleague.com e a primeira chamada para a sétima bateria da terceira fase masculina foi marcada para as 7h00 da terça-feira na Austrália, 18h00 da segunda-feira no horário de verão do Brasil.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

———————————————————–

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

———————————————————–

QUARTA FASE MASCULINA – 1.o e 2.o=Quartas de Final e 3.o=9.o lugar com 4.000 pontos:

1.a: Rio Waida (IDN), Yuji Nishi (JPN), Adin Masencamp (AFR)

2.a: Joh Azuchi (JPN), Sandon Whittaker (AUS), Cody Young (HAV))

3.a: vencedores da 7.a, 8.a e 9.a baterias da Terceira Fase

4.a: vencedores da 10.a, 11.a e 12.a baterias da Terceira Fase

TERCEIRA FASE – Derrota=13.o lugar com 1.750 pontos – baterias já formadas:

———resultados da segunda-feira:

1.a: Rio Waida (IDN) 15.10 x 14.26 Leo Paul Etienne (FRA)

2.a: Yuji Nishi (JPN) 14.97 x 14.27 Momoto Tsuzuki (JPN)

3.a: Adin Masencamp (AFR) 14.33 x 11.57 Mateus Herdy (BRA)

4.a: Joh Azuchi (JPN) x Ryland Rubens (EUA)

5.a: Cole Houshmand (EUA) x Sandon Whittaker (AUS)

6.a: Cody Young (HAV) x Erwan Blouin (FRA)

———ficaram para abrir a terça-feira:

7.a: Finn McGill (HAV) x Ocean Macedo (HAV)

8.a: João Chianca (BRA) x Joshe Faulkner (AFR)

9.a: Liam O´Brien (AUS) x Mikey McDonagh (AUS)

10: Samuel Pupo (BRA) x Jake Elkington (AFR)

11: Che Allan (BRB) x Tyler Gunter (EUA)

12: Barron Mamiya (HAV) x Keanu Kamiyama (JPN)

SEGUNDA FASE – Vitória=Terceira Fase e Derrota=25.o lugar com 500 pontos:

———baterias que abriram a segunda-feira:

11: Mikey McDonagh (AUS) 13.27 x 11.80 Lucas Wrice (AUS)

12: Adin Masencamp (AFR) 14.66 x 9.16 Te Kehukehu Butler (NZL)

———resultados do domingo:

1.a: Finn McGill (HAV) 10.63 x 10.37 Kauli Vaast (FRA)

2.a: Rio Waida (IDN) 14.57 x 11.83 Jhonny Guerrero (PER)

3.a: Ocean Macedo (HAV) 16.40 x 15.90 Reef Heazlewood (AUS)

4.a: Keanu Kamiyama (JPN) 11.53 x 10.03 John Mel (EUA)

5.a: Yuji Nishi (JPN) 15.00 x 12.40 Marco Mignot (FRA)

6.a: João Chianca (BRA) 14.10 x 13.27 Theo Julitte (FRA)

7.a: Cole Houshmand (EUA) 12.27 x 10.57 Yuri Ogasawara (JPN)

8.a: Joshe Faulkner (AFR) 10.90 x 9.03 Max Elkington (AFR)

9.a: Tyler Gunter (EUA) 12.90 x 8.50 Eli Hanneman (HAV)

10: Ryland Rubens (EUA) 13.60 x 5.70 Ford Van Jaarsveldt (AFR)

TERCEIRA FASE FEMININA – 1.a e 2.a=Quartas de Final e 3.a=9.o lugar com 3.300 pontos:

1.a: Vahine Fierro (TAH), Teresa Bonvalot (PRT), Tainá Hinckel (BRA)

2.a: Macy Callaghan (AUS), Alyssa Lock (AUS), Kirra Pinkerton (EUA)

3.a: Zoe McDougall (HAV), Sophia Fulton (AUS), Zahli Kelly (AUS)

4.a: Minori Kawai (JPN), Summer Macedo (HAV), Alyssa Spencer (EUA)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

7 + dois =