M. Navarro festeja primeira vitória na Flórida

By João Carvalho

No mesmo domingo da final brasileira que encerrou o segundo QS 6000 do ano na Austrália, com o paulista Alex Ribeiro derrotando o potiguar Jadson André na decisão do Burton Automotive Pro em Newcastle, em outro fuso horário, horas depois, o catarinense Matheus Navarro festejou sua primeira vitória no Circuito Mundial nos Estados Unidos. Ele venceu todas as baterias que disputou nas ondas do Shepard Beach Park em Cocoa Beach, na Flórida. Na final do QS 1500 Ron Jon Quiksilver Pro, superou o norte-americano Stevie Pittman por 15,64 a 13,90 pontos e subiu para a 72.a posição no ranking do WSL Qualifying Series, liderado por Jadson André.


Matheus Navarro (Foto: @WSL / Ferguson)

“Este é, talvez, o melhor dia da minha vida e só tenho que agradecer à Deus por tudo”, disse Matheus Navarro. “Estou voltando a disputar o QS este ano depois de só ficar no Brasil por dois anos, desde que perdi meu patrocinador, pois não tinha como viajar para competir em outros países. Agora que tenho mais dois apoiadores me ajudando, estou de volta à minha vida real. Não tenho nem palavras para descrever o que estou sentindo neste momento”.

O catarinense de 24 anos de idade, competiu desde a primeira fase do Ron Jon Quiksilver Pro e não perdeu nenhuma das sete baterias que disputou nas ondas de Cocoa Beach, incluindo a grande final. Matheus usou as manobras aéreas quando foi preciso, mas também mostrou um bom repertório de batidas e rasgadas executadas com pressão e velocidade, para liquidar seus adversários. No domingo, começou forte o último dia derrotando o japonês Roi Kanazawa no duelo dos únicos surfistas que não eram dos Estados Unidos.


Stevie Pittman (Foto: @WSL / Ferguson)

Nessa bateria, Matheus fez a maior somatória das quartas de final, 14,40 pontos com notas 7,00 e 7,40, contra apenas 10,35 do japonês. Nas semifinais, não entraram muitas ondas boas, mas as notas 5,25 e 5,00 das duas primeiras que surfou, foram suficientes para despachar o californiano Crosby Colapinto por 10,25 a 9,30. Na decisão do título, fez a sua melhor apresentação, abrindo a bateria com nota 8,77. Depois, conseguiu três notas seguidas na casa dos 6 pontos, para conquistar sua primeira vitória no Circuito Mundial da World Surf League por 15,64 a 13,90 pontos do americano Stevie Pittman.

“Fiquei muito feliz pelo meu desempenho nestas ondas. Elas são parecidas com as que surfo quase todos os dias no Brasil, então me senti em casa aqui essa semana”, disse Matheus Navarro. “Agora, eu vou para Huntington Beach (na Califórnia, onde nessa semana tem outra etapa do QS 1500) muito mais confiante, depois de conseguir boas notas hoje (domingo) aqui. Estou me sentindo muito bem e espero obter outro bom resultado lá”.


(Foto: @WSL / Ferguson)

Além de Matheus Navarro, mais oito sul-americanos competiram no Ron Jon Quiksilver Pro na Flórida e devem atravessar os Estados Unidos até a Califórnia, para disputar o QS 1500 Jack´s Surfboards Pro no maior palco do surfe norte-americano, Huntington Beach, na Orange County. Do outro lado do mundo, os sul-americanos que participaram do Burton Automotive Pro em Newcastle, já estão em Sydney para o segundo QS 6000 seguido da Austrália, que começou nesta segunda-feira nas ondas de Manly Beach.

Mais informações, notícias, fotos, vídeos e todos os resultados do QS 1500 Ron Jon Quiksilver Pro podem ser acessadas na página da etapa norte-americana na Flórida, clicando em “Events” na capa do www.worldsurfleague.com

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensen, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

—————————————————————-

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

—————————————————————-

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO QS 1500 DA FLÓRIDA:

FINAL DO RON JON QUIKSILVER PRO:

Campeão: Matheus Navarro (BRA) por 15,64 pontos (8,77+6,87) – 1.500 pontos no QS

Vice-campeão: Stevie Pittman (EUA) com 13,90 pontos (8,07+5,83) – 1.125 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 840 pontos:

1.a: Matheus Navarro (BRA) x Crosby Colapinto (EUA)

2.a: Stevie Pittman (EUA) x Robbie McCormick (EUA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 630 pontos:

1.a: Crosby Colapinto (EUA) 13.65 x 4.75 Jake Kelley (EUA)

2.a: Matheus Navarro (BRA) 14.40 x 10.35 Roi Kanazawa (JPN)

3.a: Robbie McCormick (EUA) 12.40 x 12.30 Noah Schweizer (EUA)

4.a: Stevie Pittman (EUA) 11.10 x 10.15 Jett Schilling (EUA)

RESULTADOS DOS SUL-AMERICANOS NAS PRIMEIRAS FASES:

QUARTA FASE –3.o=9.o lugar com 450 pts e 4.o=13.o lugar com 420 pts:

2.a: 1-Matheus Navarro (BRA), 2-Jake Kelley (EUA), 3-Che Allan (BRB), 4-Ryland Rubens (EUA)

4.a: 1-Stevie Pittman (EUA), 2-Robbie McCormick (EUA), 3-Blake Speir (EUA), 4-Phillippe Chagas (BRA)

TERCEIRA FASE – 3.o=17.o lugar com 300 pts e 4.o=25.o lugar com 280 pts:

2.a: 1-Ruben Vitoria (ESP), 2-Ryland Rubens (EUA), 3-Derek Gomes (VEN), 4-Ryan Huckabee (EUA)

4.a: 1-Matheus Navarro (BRA), 2-Dane Mackie (BRB), 3-Keanu Kamiyama (JPN), 4-Dimitri Poulos (EUA)

6.a: 1-Tommy Coleman (EUA), 2-Phillipe Chagas (BRA), 3-Blayr Barton (EUA), 4-Sebastian Mendes (EUA)

8.a: 1-Stevie Pittman (EUA), 2-Jett Schilling (EUA), 3-Tomas Lopez Moreno (ARG), 4-Dylan Groen (ALE)

SEGUNDA FASE – 3.o=33.o lugar com 180 pts e 4.o=49.o lugar com 165 pts:

1.a: 1-Hiroya Miwa (JPN), 2-Ruben Vitoria (ESP), 3-Keoni Lasa (ESP), 4-Luan Hanada (BRA)

2.a: 1-Crosby Colapinto (EUA), 2-Derek Gomes (VEN), 3-William Hedleston (EUA), 4-Hagan Johnson (EUA)

5.a: 1-Daniel Glenn (EUA), 2-Dimitri Poulos (EUA), 3-Yuri Schoenau (BRA), 4-Remy Juboori (EUA)

7.a: 1-Matheus Navarro (BRA), 2-Jake Kelley (EUA), 3-Kaiki Yamanaka (JPN), 4-Frank Chenault (EUA)

9.a: 1-Alan Cleland (MEX), 2-Phillippe Chagas (BRA), 3-Kade Matson (EUA), 4-Ethan Mudge (EUA)

10: 1-Noah Schweizer (EUA), 2-Blayr Barton (EUA), 3-Thiago Muller (BRA), 4-Kairi Noro (JPN)

11: 1-Sebastian Mendes (EUA), 2-Max Beach (EUA), 3-Jhonny Guerrero (PER), 4-Miyu Furukawa (JPN)

15: 1-Jett Schilling (EUA), 2-John Mel (EUA), 3-Michel Flores (BRA), 4-Keanu Igarashi (EUA)

16: 1-Tomas Lopez Moreno (ARG), 2-Nick Marshall (EUA), 3-Kalum Bruhwiler Temple (CAN), 4-Laird Myers (EUA)

PRIMEIRA FASE – 3.o=65.o lugar com 105 pts e 4.o=73.o lugar com 98 pts:

3.a: 1-Yuri Schoenau (BRA), 2-Logan Hofstetter (EUA), 3-Max Egerton (EUA), 4-Ben Smith (EUA)

4.a: 1-Matheus Navarro (BRA), 2-Roi Kanazawa (JPN), 3-Ben Brantell (EUA), 4-Tao Rodriguez (PAN)

5.a: 1-Ethan Mudge (EUA), 2-Thiago Muller (BRA), 3-Stephen Muglia (EUA), 4-Chase Rasse (HAV)

G-10 DO WSL QUALIFYING SERIES 2019 – após 13 etapas:

01: Jadson André (BRA) – 10.500 pontos

02: Jack Robinson (AUS) – 7.700

03: Matt Banting (AUS) – 6.800

04: Alex Ribeiro (BRA) – 6.650

05: Miguel Tudela (PER) – 5.380

06: Yago Dora (BRA) – 4.872

07: Cam Richards (EUA) – 4.690

08: Reo Inaba (JPN) – 4.670

09: Reef Heazlewood (AUS) – 4.485

10: Connor O´Leary (AUS) – 4.400

—–próximos sul-americanos até 100:

15: Italo Ferreira (BRA) – 3.550 pontos

19: Miguel Pupo (BRA) – 3.100

19: Krystian Kymerson (BRA) – 3.100

26: Gabriel Medina (BRA) – 2.650

39: Tomas Hermes (BRA) – 2.250

48: Alonso Correa (PER) – 2.030

53: Deivid Silva (BRA) – 1.920

55: Ian Gouveia (BRA) – 1.780

62: Mateus Herdy (BRA) – 1.700

65: Lucca Mesinas (PER) – 1.660

65: Tomas Tudela (PER) – 1.660

72: Matheus Navarro (BRA) – 1.620

76: Bino Lopes (BRA) – 1.575

79: Peterson Crisanto (BRA) – 1.550

84: Rafael Teixeira (BRA) – 1.510

87: Samuel Pupo (BRA) – 1.450

92: Jessé Mendes (BRA) – 1.400

94: Thiago Camarão (BRA) – 1.350

98: Pedro Neves (BRA) – 1.330

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

dezenove + 3 =